Programa Criança Feliz Realizará Atendimento Online pelas Redes Sociais

Do(a) Ascom Prefeitura Municipal de Picuí por Kamylla Salusto | Publicado em 06/04/2020 às 16:13

Programa Criança Feliz Realizará Atendimento Online pelas Redes Sociais
Na tarde desta sexta-feira (03/04), na sede do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), localizado no bairro Limeira, a equipe do Programa Criança Feliz esteve reunida para elaborar um plano de atendimento, por meio das redes sociais, visando dar a continuidade do atendimento com as famílias e público PCF, e articular e manter as famílias atualizadas, mediante o contexto de pandemia que o mundo está vivenciando.
O programa contempla cerca de 200 beneficiários, que recebem visitas semanalmente em seus lares, e que, nestas últimas semanas, por medida de precaução e orientações técnicas, advindas da Organização Mundial da Saúde, a ideia primordial é que os vínculos continuem a ser mantidos com estes usuários através das redes sociais digitais.
Neste sentido, estão sendo elaboradas estratégias emergenciais, dentre elas, a de manter o contato contínuo com as famílias por meio do telefone e das mídias sociais, a fim de dar a assistência necessária às famílias beneficiárias do programa Criança Feliz, nesse período de isolamento social.
Para entrar em contato ou pelo telefone ou pelo aplicativo Whatsapp disque: (83) 98137-1213. Para entrar em contato pelas redes sociais, siga @craspicuí ou @criancafelizpicui.

Sobre o Programa Criança Feliz

Todo mundo torce para que seu bebê se transforme em um vencedor na vida. Estimular as crianças corretamente desde o começo é a melhor maneira de garantir essa vitória.

O Programa Criança Feliz surge como uma importante ferramenta para que famílias com crianças entre zero (PBF) e seis anos(BPC) ofereçam a seus pequenos meios para promover seu desenvolvimento integral.

É uma estratégia alinhada ao Marco legal da Primeira Infância que traz as diretrizes para a formulação e a implementação de políticas públicas para a primeira infância em atenção à especificidade e à relevância dos primeiros anos de vida no desenvolvimento infantil e no desenvolvimento do ser humano.

Foi instituído por meio do Decreto nº 8.869, de 5 de outubro de 2016, e alterado pelo Decreto nº 9.579, de 22 de novembro de 2018, de caráter intersetorial e com a finalidade de promover o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância, considerando sua família e seu contexto de vida.

Tem como objetivo promover o desenvolvimento humano a partir do apoio e do acompanhamento do desenvolvimento infantil integral na primeira infância;

Apoiar a gestante e a família na preparação para o nascimento e nos cuidados perinatais; Colaborar no exercício da parentalidade, fortalecendo os vínculos e o papel das famílias para o desempenho da função de cuidado, proteção e educação de crianças na faixa etária de até seis anos de idade;(BPC); Mediar o acesso da gestante, das crianças na primeira infância(PBF) e das suas famílias às políticas e serviços públicos de que necessitem;Integrar, ampliar e fortalecer ações de políticas públicas voltadas para as gestantes, crianças na primeira infância e suas famílias.

O Criança Feliz tem como público prioritário: Gestantes, crianças de até 3 (três) anos e suas famílias beneficiárias do Bolsa Família(PBF); Crianças de até 6 (seis) anos e suas famílias beneficiárias do (BPC) Benefício de Prestação Continuada. Crianças de até 6 (seis) anos afastadas do convívio familiar em razão da aplicação de medida protetiva prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)
Imagens
  • 60298dc2-0aa6-403a-9d29-bfa8ed3f0e0e.jpeg
  • criancafeliz.jpeg
  • criancafeliz1.jpeg
  • 78ef13d9-8fe5-4169-b9a1-e16597aea7ee.jpeg
Tempo
Picuí - PB
Mín 22ºC
27º
Máx 32ºC
Pancadas de chuva

Mais Lidas